"As informações contidas em nossa homepage têm caráter informativo e educacional. O seu conteúdo jamais deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Em caso de dúvida, o profissional médico deverá ser consultado, pois, somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina."

Dr. Ruben Ribeiro Penteado Diretor Clínico CRM-SP 62735 RQE Nº 14393

Notícias

< Voltar

Segunda-Feira, 28 de Outubro de 2019

Qual a relação entre as próteses de silicone e o surgimento de câncer de mama?

Os riscos clássicos do implante de silicone são bem difundidos: a cirurgia pode causar, por exemplo, cicatrizes e infecções que pioram o aspecto estético no pós-operatório.

Recentemente, no entanto, a comunidade acadêmica começou a se preocupar com a relação entre silicone e câncer de mama.

O linfoma anaplásico de grandes células, associado ao implante mamário (BIA-ALCL) é um tipo de câncer relacionado ao silicone.

Como o próprio nome sugere, ele é diretamente afetado pelo implante mamário: mulheres que não realizaram o procedimento dificilmente o desenvolverão.

As boas notícias são que o BIA-ALCL é muito raro, se comparado com outros tipos de tumor. Seu tratamento também é relativamente simples, embora uma detecção precoce aumente as chances de sobrevida.

× >